domingo, 20 de junho de 2010

Retirar as coisas velhas do armário

Mais um sábado nublado e ela estava sentada no chão do quarto revirando as gavetas entulhadas de coisas que á meses ela não tocava mais, finalmente havia chegado a hora de colocar nos seus devidos lugares todas as coisas velhas que estavam espalhadas no armário. Abriu uma caixinha laranja e lá estavam os seus dentes leite, aqueles que sua mãe havia lhe dado para guardar de lembrança. Em um embrulho azul anil contia um incenso de ervas, num impulso ela correu para pegar uma caixinha de fósforos e acender o tal incenso, o aroma tranquilizador dominou o quarto colorido e fez ela sentir que estava tudo em paz. Então, para sua surpresa achou embaixo de uma pilha de papéis antigos um álbum de fotografias, era ela no auge dos seus seis anos. Sorria em todas fotos ao lado dos velhos amigos, alguns ainda estavam perto dela, outros fingiam que não a conheciam ao vê-la na rua. No entanto, aquelas fotografias revelavam o quanto era bom ser criança, ela não se preocupava com seu cabelo, nem com suas roupas, nem com garotos, apenas em brincar. Ao pensar nisso, ela até tentou chorar, mas logo um sorriso se abriu, porque não lhe vinha tristeza para as lágrimas, mas sim alegria para um sorriso, ao pensar em todos os bons momentos que viveu. E tudo bem se já passou, tudo na vida tem seu tempo e ela sabia que nada era eterno, nem os sentimentos, nem as pessoas que cruzassem seu caminho, nem mesmo aquelas fotografias que estavam em suas mãos eram eternas. Talvez o que mais irá durar, são essas doces lembranças da infância. Assim, juntou as fotos num bolo, as espremeu junto ao peito, suspirou e sorriu feliz. Afinal, era preciso sacudir a poeira e seguir em frente.

Créditos da foto a modelo Nathália Ferrari e a fotógrafa Amanda Ariotti.
Nos fones de ouvido: Tudo em paz - Seu Cuca

4 comentários:

Juli Vargas Pegoraro disse...

Que lindo esse texto, Carol! ;O

hm disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
nath disse...

haha modelo == AEIUHAIUE me achei

Anônimo disse...

'Sorria em todas fotos ao lado dos velhos amigos, alguns ainda estavam perto dela, outros fingiam que não a conheciam ao vê-la na rua.'
acho que é a frase que toca nas lembranças de qualquer um! :}}

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...