terça-feira, 17 de maio de 2011

Noites frias me fazem lembrar do seu calor

Quando a escuridão começa a tomar conta do céu; quando dolorosamente chega a noite e uma brisa leve bate em minha janela, eu me deito sozinha na rede que você colocou na sacada e peço que as estrelas me façam companhia. Pois sei que não adiantará eu repetir o quanto sinto sua falta, você não voltará a me abraçar. Agora que seus braços já envolvem outra cintura, que seu calor aquece outro corpo. 

5 comentários:

Ismara Ferreira disse...

Ameeei!

Evellen disse...

lindoo *-*

http://duplasolidao.blogspot.com/

verônica hiller. disse...

"Pois sei que não adiantará eu repetir o quanto sinto sua falta, você não voltará a me abraçar. Agora que seus braços já envolvem outra cintura, que seu calor aquece outro corpo."

bem-vinda ao clube, companheira.

Evellen disse...

ooi ten selinho pra vooc.
bjs

http://duplasolidao.blogspot.com/2011/05/seelinhoo.html

Luíza Tavares disse...

E dói. Dói sentir falta e não saciar a vontade; Dói saber que o calor que se precisa não é o que se tem.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...