sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Queria poder te trazer de volta


Quando destranco a fechadura enferrujada pelo tempo e sento no velho sofá, é como se pudesse sentir que você ainda está aqui. Quando me apoio sob a bancada e observo a chaleira sob o velho fogão, é como se a qualquer momento você pudesse entrar na cozinha sorrindo e dizendo que vai passar um café pra nós dois. Quando adentro na biblioteca abandonada que já está tomada pelo cheiro de mofo e sobro a poeira que há sob a capa do livro que você costumava ler para mim, é como se eu me sentisse aninhando-me em minha cama enquanto escutava sua doce voz me contando histórias para dormir. Quando me atiro sob a cama que continua desfeita, aperto contra mim os lençóis amarrotados e ainda consigo sentir seu cheiro, com lágrimas nos olhos tenho certeza de que apesar de todos os esforços é impossível fazer você voltar.

2 comentários:

Natália disse...

as lembranças por alguns distantes trazem você para perto de mim. beijo

Juli Vargas Pegoraro disse...

Lindo demais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...